Loucas por Romance!!!

Este Blogger é dedicado a todas as meninas e mulheres que curtem romances, principalmente aqueles de banca de jornal... Aqui, você pode comentar a respeito do romance que mais gostou...Seja contemporâneo ou clássico!!! Venha vc também... Porque ser romântica é o que nos resta!!!

quinta-feira, abril 20, 2006

Gayle Wilson – Uma mulher de Coragem (1º livro da Saga “Os irmãos Sinclair”)


Uma mulher de Coragem – Gayle Wilson
Clássicos Históricos Especial – nº 110
Romances Nova Cultural – Harlequin
Título Original: My Lady’s Dare

Paris, 1913
Dessa vez o conde de Dare foi longe demais!

Stephen Sinclair, o conde de Dare, era um enigma, mesmo para aqueles que julgavam conhecê-lo bem. Pois embora sua moral parecesse suspeita e sua busca pelo prazer tão incansável quanto a de suas parceiras, havia algo sob a fachada de beleza.

Ou, pelo menos, assim parecia, até a noite em que Dare apostou uma pequena fortuna pela amante inglesa de um jogador francês... e ganhou! Agora, com a bela viúva instalada em sua casa , até as mamães casamenteiras da alta sociedade estavam começando a duvidar que o conde de Dare seria capaz de recuperar o bom nome, pois tinha-se a impressão de que a mal-afamada sra. Carstairs estava destinada a se tornar a próxima noiva da família Sinclair...


Comentários:
Talvez, Elizabeth seja a “noiva Sinclair” mais sofrida. Aos 17 anos, foi obrigada a se casar com um homem com idade para ser seu avô. Logo depois, acreditando que seu irmão era prisioneiro nas prisões napoleônicas, se viu obrigada a ser amante de um francês, dono de uma casa de jogos. Por sua sorte, foi apostada em uma mesa de jogos, e quem a ganha... Stephen Sinclair, o Conde Dare – o irmão mais velho dos Sinclair. Belas discrições das cenas e dos sentimentos de Dare e de Elizabeth. Um casal perfeito! Ambos são altivos e orgulhosos, porém, guardam segredos que os machucam, mas conseguem superá-los para enfim ficarem juntos. História sofrida! Difícil não chorar com as tristezas de Elizabeth e com o sofrimento de Dare. Gosto quando as mocinhas não são tradicionais. Este é o caso de Elizabeth. Gostei do lado romântico e compreensivo de Dare. Apesar de ter dado uma vacilada, ele entendeu tudo que ela fez, em nome do bem-estar do irmão, pois ele teria feito o mesmo.

Curiosidades – neste livro, nos são apresentados Ian, que teve seu nome trocado; no próximo livro, ele se chama Edward, e Sebastian, o irmão caçula (aliás, até mesmo o conde Dare teve o nome trocado. Em “Sonhos Secretos” ele se chama Jonathan) Ficamos conhecendo um pouco do caráter do irmão do meio. Embora ferido, também altivo e orgulhoso, como todos os irmãos Sinclair.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home