Loucas por Romance!!!

Este Blogger é dedicado a todas as meninas e mulheres que curtem romances, principalmente aqueles de banca de jornal... Aqui, você pode comentar a respeito do romance que mais gostou...Seja contemporâneo ou clássico!!! Venha vc também... Porque ser romântica é o que nos resta!!!

terça-feira, janeiro 16, 2007



A Rosa do Oeste
Título Original: Western Rose
Ano de Publicação: 1996
Clássico Histórico Especial 19

A professora precisava de uma lição.

Oregon, 1886.

E Jake Bannister era o homem certo para ensinar uma ou duas coisas a Sally Maguire... Jake tinha mãos fortes e hábeis. Mãos de um cowboy capaz de domar um cavalo e amansar o temperamento explosivo de Sally. Mas ela não iria permitir que um homem domasse seus sonhos. Principalmente alguém tão determinado a testar os limites de sua paciência!

Comentários: Lindo livro!!! Super Romântico com uma trama leve, mas sem esquecer conflitos intimos de ambos os personagens... Adorei!

sábado, maio 13, 2006

Sarah - Terceiro Livro da Série “Três Amigas Alegres”



Theresa Michaels / “Três Amigas Alegres” – Sarah
Clássicos Históricos – nº 164
Romances Nova Cultural – 1997
Título Original: The Merry Widows – Sarah

Um homem caçado... Assombrado... Atormentado...

Rio Santee buscara abrigo na casa de Sarah Westfall. Mas só podia retribuir a gentileza da jovem viúva com inquietação, pois o perigo o perseguia. Embora não quisesse se envolver com ninguém, na primeira noite em que tomou Sarah nos braços seu sangue correra mais rápido nas veias, num ritmo selvagem e primitivo!

Uma mulher solitária... Corajosa... Misteriosa...

Sarah Westfall oferecera seu lar a um estranho em fuga. Mas no silêncio da noite, quando todos os segredos se desvendavam, sua alma clamou pela dele numa canção de cumplicidade... e amor!
Comentários:
Sempre pensei que Mary fosse a mais sofrida das três amigas, mas me enganei. Sarah sofreu o pão que o diabo amassou com o desgraçado do marido. Rio está fugindo com os filhos pequenos dos homens que os expulsaram de suas terras e mataram sua esposa. Ele é meio apache (ai!). Achei o lindo o jeito que a autora fez os dois abrirem o coração ou para o outro. Ver a confiança depositada depois de tanto tempo de sofrimento para os dois. No final desse livro, vemos o que aconteceu com Mary e Catherine. Vale a pena para não quebrar a corrente... rsrsrsrs

Catherine - Segundo Livro da Série “Três Amigas Alegres”


Theresa Michaels / “Três Amigas Alegres” – Catherine
Clássicos Históricos – nº 163
Romances Nova Cultural – 1997
Título Original: The Merry Widows – Catherine

Três mulheres, Três vidas em conflito, três esperanças de amor.

Viúva, Catherine Rose Hill prometeu que nunca mais seria dominada por um homem. Mas quando um rico negociante cabeça-dura e de olhos atraentes desafiou sua tão querida independência com beijos arrebatadores, ela se perguntou se sua liberdade não seria um preço muito alto...

A obsessão de Gregory Michael Mayfield III por fazer um nome de riqueza custou-lhe a saúde e a felicidade. Seu forçado exílio na casa de Catherine, no bravio Oeste, deveria devolver-lhe a paz e a saúde, não a ardente paixão nos braços da orgulhosa viúva...

Comentários:
Esse é o mais alegre dos três livros. Catherine tem um espírito livre, e quando se casou, vou-se diante de um marido que a tratava como um bibelô, não me permitindo que demonstrar sua personalidade. Fazendo um favor para uma amiga, recebe em casa o irmão desta, Gregory Michael Mayfield, um cara que só pensava em dinheiro, que nunca tinha feito um trabalho braçal na vida. As estripulias dele na cozinha, e sua guerra particular com o gato de estimação de Catherine são ótimas! Os dois juntos pegam fogo!

Curiosidade: esse é o livro onde o moçinho, tirando a roupa pela primeira vez na frente da mocinha, causa um certo ar de espanto... rsrsrsrs.
“- Oh... Minha nossa! – Os olhos azuis, maiores ainda, ergueram-se para os verdes.
- Não vou machucá-la – garantiu.
- Não estou com medo, Greg. Estou só admirando!”
(p.140)

Mary - Primeiro Livro da Série “Três Amigas Alegres”


Theresa Michaels / “Três Amigas Alegres” – Mary
Clássicos Históricos – nº 162
Romances Nova Cultural – 1997
Título Original: The Merry Widws – Mary

Três mulheres, Três vidas em conflito, três esperanças de amor.

A viúva Mary Inlow, sobrevivente de um casamento amargo, colocou-se à margem da vida, sepultando calada seus sonhos de amor e de ter um lar com filhos. Até que um orgulhoso estranho com uma menininha bateu á sua porta pedindo para entrar no mundo dela... e em seu coração.

Rafe McCade daria a alma ao diabo para salvar a vida de sua filha, mas encontrou um anjo suave e meigo com o poder de curar sua filha e com bastante ternura para resgatá-lo da descrença criada por seu doloroso passado.

Comentários:
Mary é uma mulher sofrida. Casou-se muito cedo, apaixonada pelo marido, que mais tarde, se mostrou um imbecil controlador, o acabou por torná-la uma mulher insegura e triste. Ela mora com sua prima Sarah e sua amiga Catherine. Quando Rafe aparece com Beth ferida, pedindo sua ajuda para cuidar dela, Mary se vê diante de uma nova chance. Rafe é a personificação de todos os meus sonhos femininos... Moreno, alto, bondoso, compreensivo, e... RICO! To brincando! Eu gosto do jeito que Theresa Michaels deu uma vida simples e confortável para eles. Sem faltar nada! A primeira vez dos dois é super romântica, sem deixar de ser HOT!!! E bota HOT nisso minha amiga!!! rsrsrsrs

domingo, maio 07, 2006

Série "Três Amigas Alegres" - Theresa Michaels

O primeiro livro dessa série que li foi “Mary”. Nunca tinha lido nada de Theresa Michaels até então, e devo dizer que gostei muito. Ela tem um estilo límpido, descritivo e doce de escrever. Não ultrapassa o limite da descrição, explicitando aquilo que realmente é importante na história. Agora, virei fã... Já era! rsrsrsrsrs.

sexta-feira, abril 21, 2006

Gayle Wilson – Uma Dama Espanhola (3º livro da Saga “Os irmãos Sinclair”)


Uma Dama Espanhola – Gayle Wilson
Clássicos Históricos – nº 248
Romances Nova Cultura – Harlequin
Título Original: Her Dearest Sin

Honrado, corajoso, galante...

Europa, Século XIX

Sebastian Sinclair espelhava-se em tudo no exemplo de seus irmãos, até quando chegou o momento de perseguir um amor intenso e quase impossível. Certamente o sentimento em seu coração não poderia ser outro, pois levou-o a salvar uma linda e corajosa dama espanhola, prisioneira dos desejos malévolos de outro homem!

Mi corazón, ela suspirou.
Meu coração...

Ao pronunciar aquelas palavras, Pilar sentiu a doçura que continham e soube que Sebastian Sinclair as merecia, pois o valente oficial inglês tivera a coragem de arrebatá-la das garras de um homem monstruoso e casara-se com ela para preservar sua honra!

Comentários:
Este foi o primeiro livro da Gayle Wilson que li, recomendado por Bruna (ou Kayra O’Hara), um dos seus livros favoritos. Gostei muito do livro, mas depois de conhecer os dois irmãos Sinclair, fica difícil decidir qual dos três escolher... rsrsrsrsrs. Ao que parece, Sebastian é o irmão mais bonito dos três, mesmo após ter ganhado uma cicatriz em seu belo rostinho (cicatriz essa feita pelo tutor de Pilar, nossa mocinha). A história gira em torno de Pilar, a tal dama espanhola do título. Seu pai morreu, e supostamente deixou-a sob a tutela de um “amigo” (amigo da onça). Mas, diferentemente do caso de seu cunhado, que era tutor de Annelise, e era TDB, esse aí era mau feito um pica-pau, e queria se casar com ela para ficar todos os seus bens. Em uma de suas tentativas de fuga, Pilar conhece Sebastian, e tenta roubar suas roupas, para se disfarçar e conseguir se afastar o máximo possível do seu algoz. O plano não dá certo, o cara o recaptura e deixa o rosto do nosso herói marcado. Ele, fica boladão (o que era de se esperar). Ele reencontra nossa dama e apartir daí, só aventura. Uma das melhores cenas desse livro é quando Pilar vai oferecer seus serviços para o Conde Dare, enumerando suas qualidades como exímia atiradora. Ao sair da sala, Pilar jura que escuta uma estrondosa gargalhada do conde. Ela fica possessa.

Atenção – para aquelas que acham que já leram esse livro, mas estão achando a história meio esquisita, não se preocupem... É a capa!!! Kkkkkkkkkkkk. Esse negócio de reciclar as capas é um negócio sério. Essa também é a capa do livro “A ninfa do Rio”, de Kate Kingsley.

quinta-feira, abril 20, 2006

Gayle Wilson – Sonhos Secretos (2º livro da Saga “Os irmãos Sinclair”)


Sonhos Secretos – Gayle Wilson
Clássicos Históricos Especial – nº 122
Romances Nova Cultural – Harlequin
Título Original: Anne’ss Perfect Husband

Uma Mudança no Destino...
Inglaterra, século XIX

O major Edward Sinclair sabia, por experiência própria, que a guerra fazia com que os homens agissem de maneira estranha. Mas ser nomeado tutor da filha do homem responsável pelo fim de sua carreira – e quase de sua vida – ultrapassava todos os limites. Agora Annelise Darlington estava sob sua responsabilidade, e ele se viu imaginando um futuro com o qual fazia muito tempo deixara de sonhar...

Isolada em um internato longíquo, Annelise Darlington crescera sem conhecer outro tipo de vida. Até o destino jogá-la nos braços de Edward Sinclair, um nobre torturado, cujo passado ameaçava o sonho secreto de Annelise de que algum dia ele correspondesse ao seu amor... e se tornasse o marido perfeito.

Comentários:
Li os livros dessa saga fora de ordem (“Uma dama espanhola” primeiro, depois “Uma mulher de coragem”, e só aí, “Sonhos Secretos”), mas devo dizer que somente neste momento, percebi qual era a proposta de Gayle Wilson com essa série. Ela fala de desesperança, de como tudo parece estar perdido, e de como nos vemos sem saída diante das desgraças que a vida nos impõe. Logo quando comecei a ler “Sonhos Secretos”, achei que se tratava de mais um livro com uma história tradicional: a mocinha um pouco mais jovem que o herói, se apaixona, pensa que não é correspondida, primeiro por acreditar que ele estava apaixonado por outra, e depois por achar que ele jamais aceitaria a filha do homem que fora responsável por seus ferimentos ocasionados durante a Guerra na Península Ibérica. Nem uma coisa, nem outra. Edward achava que poderia morrer, e não queria que a vida da mulher amada presa a um homem que logo poderia deixá-la. Por incrível que pareça, achei mais triste o que acontece com Annelise do que com Elizabeth. Elizabeth tinha que lutar para sobreviver a um sofrimento que lhe fora imposto para supostamente ajudar um irmão, mas Annelise teve que suportar a pior violência na qual uma mulher pode ser submetida, porém, mesmo diante disso, nosso herói finalmente se casa com ela. Cada livro de Gayle Wilson se torna uma grata surpresa para mim, principalmente esta saga.

Gayle Wilson – Uma mulher de Coragem (1º livro da Saga “Os irmãos Sinclair”)


Uma mulher de Coragem – Gayle Wilson
Clássicos Históricos Especial – nº 110
Romances Nova Cultural – Harlequin
Título Original: My Lady’s Dare

Paris, 1913
Dessa vez o conde de Dare foi longe demais!

Stephen Sinclair, o conde de Dare, era um enigma, mesmo para aqueles que julgavam conhecê-lo bem. Pois embora sua moral parecesse suspeita e sua busca pelo prazer tão incansável quanto a de suas parceiras, havia algo sob a fachada de beleza.

Ou, pelo menos, assim parecia, até a noite em que Dare apostou uma pequena fortuna pela amante inglesa de um jogador francês... e ganhou! Agora, com a bela viúva instalada em sua casa , até as mamães casamenteiras da alta sociedade estavam começando a duvidar que o conde de Dare seria capaz de recuperar o bom nome, pois tinha-se a impressão de que a mal-afamada sra. Carstairs estava destinada a se tornar a próxima noiva da família Sinclair...


Comentários:
Talvez, Elizabeth seja a “noiva Sinclair” mais sofrida. Aos 17 anos, foi obrigada a se casar com um homem com idade para ser seu avô. Logo depois, acreditando que seu irmão era prisioneiro nas prisões napoleônicas, se viu obrigada a ser amante de um francês, dono de uma casa de jogos. Por sua sorte, foi apostada em uma mesa de jogos, e quem a ganha... Stephen Sinclair, o Conde Dare – o irmão mais velho dos Sinclair. Belas discrições das cenas e dos sentimentos de Dare e de Elizabeth. Um casal perfeito! Ambos são altivos e orgulhosos, porém, guardam segredos que os machucam, mas conseguem superá-los para enfim ficarem juntos. História sofrida! Difícil não chorar com as tristezas de Elizabeth e com o sofrimento de Dare. Gosto quando as mocinhas não são tradicionais. Este é o caso de Elizabeth. Gostei do lado romântico e compreensivo de Dare. Apesar de ter dado uma vacilada, ele entendeu tudo que ela fez, em nome do bem-estar do irmão, pois ele teria feito o mesmo.

Curiosidades – neste livro, nos são apresentados Ian, que teve seu nome trocado; no próximo livro, ele se chama Edward, e Sebastian, o irmão caçula (aliás, até mesmo o conde Dare teve o nome trocado. Em “Sonhos Secretos” ele se chama Jonathan) Ficamos conhecendo um pouco do caráter do irmão do meio. Embora ferido, também altivo e orgulhoso, como todos os irmãos Sinclair.

O homem por trás da Máscara – Christine Rimmer


O homem por trás da Máscara – Christine Rimmer
Grandes Autores nº 14 – Harlequin Books
Título Original: The Man Behind the Mask
Ano de Publicação: 2004


Após ter o rosto desfigurado devido a uma tentativa de assassinato, um véu de sombra cai sobre as faces do príncipe Valbrand, ele passa a usar uma máscara. Porém, bastou olhar a encantadora Dulcie Samples para a luz voltar ao semblante de um homem marcado pelo desejo de vingança.

Mas será que Dulcie seria capaz de enxergar mais do que um rosto desfigurado?

Ela estava certa disso, e também de que o mascarado era o homem de sua vida. Só que antes tinha de convencê-lo que possuía a chave para seu reino e, acima de tudo, para seu coração.
Comentários:
Tenho sempre junto comigo, uma lista geral, de livros que procuro nos sebos que freqüento. Geralmente, costumo ter sorte. Passado algum tempo, reparei que não me lembrava por que tinha colocado o nome desse bendito livro na minha lista. Aí, me lembrei do tópico “Dedos Mágicos”, lá da Comunidade “Adoro Romances”, e havia um trecho desse livro. Sei que é um livro nome, então, não tinha muitas esperanças de encontrá-lo em um Sebo. Pois não é que eu encontrei??? Antes, não tivesse encontrado... O livro é angustiante! Terminar de ler foi uma questão de honra para mim. A idéia de escrever o livro na primeira pessoa (ambos os personagens relatam seus sentimentos em relação ao outro), na minha mais humilde opinião, é muito boa, porém, Christine Rimmer não conseguiu segurar a responsabilidade. A história é chata demais, arrastada, e os mocinhos não me convenceram em nenhum momento. Valbrand tem todas as qualidades que gosto num personagem, mais nem tais características conseguem salvar o livro. A mocinha até que tem atitude, mas não me agradou nem um pouco também. A história de reino onde a realeza é descendente dos Vikings, não me agradou nem por um instante... Passem longe dessa história!

domingo, abril 09, 2006

Enquanto cai a neve - Suzanne Gray


Enquanto cai a neve – Sabrina Sensual
Suzanne Gray – nº 4
Romances Nova Cultural – 2005
Título Original: Wild for You

Uma entrega especial

Annie Peterson e suas amigas decidem procurar algum tipo de trabalho excitante nos feriados de Natal, algo que acabe com a monotonia de suas vidas. E Annie cumpre sua parte à risca...

Dalton Stoner é um homem difícil de se deixar levar pela emoção. Entretanto, quando uma atraente entregadora de mensagens ao vivo aparece à sua porta, ele agradece ao destino pela violenta tempestade que obrigará o jovem a permanecer em sua casa por mais tempo que o previsto!

Agora, com a neve caindo lá fora e a temperatura interna subindo de maneira vertiginosa, aqueles dois desconhecidos, que nada têm em comum atém de uma química explosiva, deparam-se com uma oportunidade única: ou permitem que a situação se torne cada vez mais constrangedora, ou tiram dela o máximo proveito...

Comentários:
Livro super comentado, e muito recomendado, mas, sinceramente, não achei tudo isso! Acho que a autora podia ter explorado mais essa especialidade de Dalton no Kama Sutra. Ele é muito inseguro, por causa da ex-mulher, e acaba atormentando Annie com essa porcaria, achando que ela é igual a ex-mulher. Não vou dizer que o livro não seja Hot... Ele é... E muito, mas acho que isso não salva o livro... Agora, estou curiosa com a possibilidade de haver uma continuação, com as irmãs de Dalton... A autora meio que canta essa pedra ao longo do livro... Agora é só esperar!!! Tenho a impressão de que os outros podem ser melhores... As irmãs de Dalton mostraram ter mais firmeza de caráter que ele!!

O Amor está no ar - Marcia Evanick


O Amor está no ar – Bianca
Marcia Evanick – nº 819
Romances Nova Cultural – 2002
Título Original: Christmas on Conrad Street

O Natal está chegando, e o amor está no ar!

Depois de flagrar seu namorado nos braços de outra mulher, Sidney Fletcher arrumou suas coisas e mudou-se para a charmosa Misty Harbor, E num instante tomou uma resolução antecipada de Ano-Novo: nunca mais se apaixonar. Ponto final. Porém, mal tinha pendurado as meias na chaminé e sua decisão foi posta à prova por causa do charme de Erik Olsen. O atraente pescador de olhos azuis era exatamente o tipo de envolvimento de que Sidney jurara se afastar. Mas Erik parecia ter um imã... e ela se viu naqueles braços forte desejando ficar mais e mais!

Comentários:
Esse eu comprei com a Elidia, também da Comunidade Adoro Romances. Não tinha lido nada de Marcia Evanich. Na verdade, nunca tinha ouvido falar no nome dessa autora. A primeira vez foi lá na Comunidade. Ótimo livro. Bem próximo da realidade. Fala de perdas e recomeços, e mostra que, às vezes, nossa vida precisa mesmo de uma mudança drástica, para que assim possa ir para frente. Possui excelentes tramas paralelas, não girando somente no casal central.Outro livro onde a mocinha é mais velha que o moçinho(ela tem 30 e ele 27... Pouquinho vai!!! Rsrsrsrs). Cenas 3HOT... Do jeito que a Andrea gosta!!! rsrsrsrsrs

Conto de Fada existe - Cara Colter


Conto de fada existe – Julia Paixões Picantes
Cara Colter – nº 33
Romances Nova Cultural – 2000
Título Original: First Time, Forever

Ela era a virgem mais velha do mundo!

Mas isso não significava que Kathleen Miles não tinha sentimentos. Ou desejos. Especialmente quando se viu frente a frente com o caubói mais cativante da cidadezinha de Hopkins Gulch. Quando o impetuoso e atraente Evan Akins olhou para Kathleen, ela se sentiu outra pessoa: ousada, cheia de paixão, experiente. Sim, ela tinha certeza de que aquele homem enigmático, poderia convencê-la de qualquer coisa. Talvez tenha sido por essa razão que Katheen dissera “sim”, aceitando tornar-se a mãe de seu filho pequeno. Agora ela teria de aprender a convencer Evan de que queria ser “dele”... de corpo e alma.

Comentários:
Esse, acho que só eu gostei... rsrsrsrs. Primeiro, a mocinha é oito anos mais velha que o moçinho (ela tem 34 e ele 26) – sei que maioria das garotas preferem as novinhas (cruzes!!!). Sei também que preferem um enredo mais elaborado, o que não é o caso de “Conto de fada existe”, mas acho que esse romance é que nem jiló... Só quem gosta defende... rsrsrs. Detalhe: a capa da toda estropiada, e não tem nada a ver com a história, diga-se de passagem!!! Destaque para a primeira vez de Evan e Kate... Hot e romântica... Do jeito que eu gosto... rsrsrsrs

Meu anjo é você - Georgeann Janson


Meu Anjo é você – Julia
Georgeann Janson – nº 1358
Romances Nova Cultural – 2000
Título Original: Blueberry Hill

Um romance de conto de fadas

Em um momento Jake estava levando uma carga de feno até a fazenda de seu pai... e no momento seguinte estava de cabeça para baixo dentro de uma vala, tendo uma estranha alucinação! Via-se chegando a um chalé coberto por videiras e sentindo-se instantaneamente enfeitiçado pela mulher mais linda que já vira... Enquanto ela examinava o ferimento em sua cabeça, Jake dizia a si mesmo que desistira de tudo, de sua liberdade, de seu futuro promissor, para ficar ali para sempre.

Gretel jurara manter distância dos homens, mas não podia deixar de dar atenção ao desconhecido que aparecera ferido á sua porta. Logo, no entanto, ela descobriu que Jake MacDonald era um rico empresário, que jamais se adaptaria à vida simples do campo. E ela, por sua vez, não trocaria aquele paraíso por nada... nem mesmo por amor!

Comentários:
Simplesmente uma gracinha. Gira em torno dos personagens principais, e mostra como dinheiro e status não significam nada. Gretel mostra isso para Jake. Mostra também que a felicidade dele está bem diante do seu nariz... Só ele que não enxergava!!! Não tem uma trama mirabolante, porém, gostei de ver, para variar um pouco, um moçinho com decisão, que não tem aquelas inseguranças típicas de romances: “será que vou sofrer”, “será que vou ser traído”, ou ainda, “será que hoje chove”. Acho que é fácil de encontrar, já que não é antigo.

Paixão de Pirata - Laura Pender


Paixão de Pirata – Intriga
Laura Pender – nº 12
Romances Nova Cultural – 1996
Título Original: The Pirate Ghost

O amor por aquela mulher trouxe-o de volta à vida!

Durante séculos, Gabriel Dyer viveu no fundo do mar, até a noite em que salvou uma mulher de afogamento.A partir daí, ele pôde entrar novamente em contato com o mundo dos vivos.
Tess Miller achou que enlouquecera. Poucos dias após se divorciar, foi acusada de matar o ex-marido! Mais estranha ainda foi a aparição de um atraente pirata que a livrou da morte no oceano. Gabriel jurou que a ajudaria a provar sua inocência, mas Tess ficou em dúvida: o pirata a amava de verdade... ou só precisava dela para se libertar daquela prisão no fundo do mar?

Comentários:
Esse, eu comprei com a Drika do Cata Livros Romance. Gostei, mas não é um livro que tem cenas Hot. Tem uma bela trama, com assassinatos e intrigas, além de possuir o fator sobrenatural, que eu achei super interessante. Para quem se interessar, acho que a Drika ainda tem um exemplar para vender. Vai lá conferir!

Quem é esse homem? - Carole Mortimer


Quem é esse Homem? – Julia
Carole Mortimer – nº 48
Romances Nova Cultural – 1997
Título Original: Wildest Dreams

O palácio de Buckingham, o rio Tamisa, os pubs londrinos... e um adorável desconhecido!

Ao chegar à Inglaterra, Arabella tinha só um objetivo: encontrar o autor que criara o magnífico personagem Palfrey. Onde quer que ele estivesse. Não esperava, porém, ter de enfrentar dois pastores-alemães, um recepção pouco amigável e descobrir que o personagem pelo qual se apaixonara era o jardineiro da casa do autor que se recusava a revelar sua identidade ao público. Mas se Arabella pensava que as surpresas haviam acabado ela não sabia o que ainda estava por vir!

Comentários:
Sempre li que as meninas da Comunidade Adoro Romances tem Carole Mortimer em alta conta. E foi por esta razão que comprei “Quem é este homem?”, graças ao nome da autora, porém, devo dizer que me decepcionei. Pelo menos este livro, não vale a pena. Não gostei mesmo. Achei a trama fraca, a mocinha mole que nem doce de jaca, e o moçinho, muito arrogante. Vou procurar outro livro dela, pra ver se essa má impressão some.

O Falso Marido - Patricia Ryan


O Falso Marido – Momentos Íntimos
Patrícia Ryan – nº 9
Romances Nova Cultural – 1996
Título Original: For the Thrill of It


Qual o limite para um desafio?

Clay Granger adorava viver perigosamente...
Assim, não hesitou em ajudar a amiga Isa a resolver um grande “problema”. Além do mais, uma esposa de mentira era exatamente do que ele precisava para ficar livre da pressão dos amigos, que insistiam em arranjar-lhe companhia...

Isa Fabrione estava grávida! Abandonada pelo noivo, só tinha uma pessoa a quem recorrer: Clay, seu melhor amigo, o solteiro mais charmoso e desejado da cidade. Ele faria qualquer coisa por um desafio, até mesmo se casar. Dede que fosse tudo uma farsa...

Comentários:
Comprei esse livrinho já faz um bom tempo, e me lembro de não ter gostado muito dele. Não gosto quando o moçinho é muito galinha. O Clay é... Dorme com qualquer mulher, e não quer envolvimento emocional com ninguém, porém, tudo muda quando Isa fica grávida de outro. Uma das cenas que mais gosto é quando ele descobre que ela está esperando um filho. A ficha dele cai. Ele imaginava que, se Isa não estava dormindo com ele, não estava dormindo com ninguém.. Resumindo, ele ficou PUTO!!! Rsrsrsrs. Para ela não ser mãe solteira, ele resolve se casar, só pra dar um nome para a criança. Não preciso nem dizer que ele se apaixona por ela... A primeira noite dos dois é HOT, mas não chega a ser 3 HOT!!!

sábado, abril 08, 2006

Miranda Lee - A Indomada e o Sheik (3º Livro da Série "O Clube do Pôquer)


A Indomada e o Sheik
Harlequim Books – 2003
Edição 5
Título Original: Sold to the Sheikh

Charmaine é uma top model australiana que não suporta ser tratada como uma mulher-objeto. Muito menos por homens ricos e poderosos que pensam poder comprar tudo – principalmente amantes.

O príncipe árabe Ali de Dubar está mais do que decidido a ter Charmaine como sua convidada para um jantar a dois, mesmo que isso signifique ter de adquirir esse privilégio por meio de um leilão de caridade.

Após muitas ofertas e recusas, Charmaine e Ali dão início a uma disputa entre o prazer e o orgulho que começa em uma mesa à luz de velas e termina em cômodos mais confortáveis – e por muito mais tempo do que o planejado!

Mas será que Charmaine irá ceder a todas as exigências de Ali?


Comentários:
Esqueçam o que eu disse de Rico... Ali supera!!! E como! Que o diga Charmaine, a privilegiada... rsrsrs. Conhecemos um pouco da personalidade de Ali em “Amante por um mês”: sempre controlado, sério, nunca demonstrando seus sentimentos, frio ao extremo... Porém, um dos motivos é o fato de ter se apaixonado por sua cunhada, o que acabou por fazer com que ele fosse exilado para a Austrália, para tentar esquecer esse amor. Para isso, ele pulou de galho em galho, sempre se envolvendo em relacionamentos passageiros, que não levavam à nada. Até encontrar Charmaine!! Ele leva um fora astronômico dela, e fica remoendo essa rejeição por um ano, até ter a oportunidade de arrematá-la em um leilão beneficente para arrecadar fundo para uma fundação que cuidava de crianças com câncer, onde o prêmio seria um jantar com nossa heroína, uma top model super famosa. Ele paga a bagatela de cinco milhões por este privilégio. E lá vai nossa heroína para o jantar, sem imaginar o que lhe aguardava. Ele oferece quinhentos milhões para sua fundação, contanto que ela passe uma semana com ele... Ela aceita, e apartir daí, temos cenas extraordinárias entre os dois... O cara sabe o que faz!!! E ela deixa fazer!!! Rsrsrs

Miranda Lee - Amante por um Mês (2º Livro da Série "O Clube do Pôquer")


Amante por um mês
Harlequin Books – 2003
Edição 4
Título Original: Mistress for a Month

O astro de TV Rico Mandretti é amado por todos pelo seu programa de culinária e também pelo seu charme. Porém, além de espaguete, ravióli e fettuccine, este australiano de família italiana tem outra paixão: a bela e sedutora Renée Selinsky. Ela o despreza, mas ele não consegue tirá-la da cabeça.E tudo de que precisa é um artifício para atraí-la direto para seus braços.

Rico faz uma aposta com Renée em uma rodada de pôquer. O que ela não sabe é que, caso ele ganhe, ela será o prêmio. E por isso, terá de pertencer a Rico por um mês inteiro – como sua amante!

Comentários:
Aqui, vemos de maneira mais intensa os sentimentos de Rico por Renée. Sentimentos esses que já apareciam em “A Vingança”, porém, agora, vemos o tamanho da paixão, e, por que não dizer, da obsessão de Rico por Renée. Rico é o que o que minha mãe chama de “homem pra mais de metro”: 1,90, corpo saradinho, no ponto, do jeito que eu gosto... rsrsrsrs. Renée é a personificação da elegância e do requinte. E do sarcasmo também. A mulher tem uma resposta rápida e ligeira para tudo que Rico diz... Uma sagacidade que só vendo... Bem, pra mim, desde “A Vingança”, dá pra ver que esses dois tem um tesão violento um pelo outro... Mulher quando implica muito com um homem, só pode ser uma coisa: PAIXÃO! Cenas ultra HOTS!!!! Não vou te enganar não amiga... Um amante como o Rico... Tem que chamar por Deus mesmo!!! Rsrsrsrsrs. Nesse romance, vemos como Miranda Lee explora o modo como seres humanos escondem seus sentimentos através de uma máscara de indiferença e desdém. Fingindo não ligar, dizendo não se importar... Miranda é mestre quando o assunto diz respeito à sentimentos levados ao extremo. Detalhe interessante nesse livro, é que ele se passa todo acompanhando o pensamento de Rico (geralmente, acompanhamos o pensamento feminino, ou então de ambos, mas nesse, só conseguimos ver e ouvir de maneira clara e objetiva, os sentimentos de Rico. Os de Renée vão sendo desvendados ao longo do romance).

Miranda Lee - A Vingança (1º Livro da Série "O Clube do Pôquer")


A Vingança
Harlequim Books – 2003
Lançamento
Título Original: A Rich Man’s Revenge

Dominique é a esposa que todo homem sonha ter: bonita, sexy e somente interessada no prazer de seu marido, Charles Brandon, um dos maiores magnatas de Sydney. E ele está hipnotizado pelos encantos de Dominique. Mas, ao que tudo indica, ela se casou por dinheiro, e não por amor. Charles fica arrasado... e furioso!

Só que ele não está preparado para abrir mão de sua mulher... não antes que sua paixão por ela tenha sido saciada... e a vingança, consumada!!

Comentários:
Se algum dia, algum homem quiser se vingar de mim, por Deus, que seja como Charles se vingou da Dominique... rsrsrsrs. Que mané vingança... O homem fez da mulher uma gatinha manhosa, daquelas que ficam mole, só de ver o pires do leitinho... rsrsrsrsrs. Charles é o sonho de toda mulher: maduro, sem ser velho demais (40 anos), bem sucedido, mão aberta, carinhoso, educado, fino, elegante... Eu poderia passar o dia todo descrevendo as qualidades desse homem. Ele se casa com Dominique, uma loira de parar o trânsito. O casamento está as mil maravilhas, até que Rico Mandretti, o melhor amigo de Charles, chega com uma bomba: ele mandara investigar a vida de Dominique, e descobrira que o que ela sempre quis, era se casar com um homem rico, que pudesse sustentá-la muito bem. Olhando assim, até parece que Charles tinha boas razões para querer se vingar da esposa, porém, (tem sempre um porém nesses casos) a vida de Renée não só tem esse lado sórdido... Ela já tinha sofrido muito quando era mais jovem, passando muitas privações, graças ao pai alcoólatra, que se refugiava na bebida, ao invés de ajudar a esposa, que morria de câncer ao alcance dos seus olhos. Mas antes de saber disso, Charles queria se vingar... Como? A resposta é... SEXO!!! Ele queria fazer muito sexo, até a paixão dele por Dominique estar totalmente sobre controle. A cena em que ele belisca os mamilos dela até a coitadinha gritar... Ninguém se vinga de mim... MAIS QUE DROGA!!! Perto do final, Dominique escreve uma carta de despedida de arrasar... Vou escrevê-la pra vocês!!